5 passos para ser um médico veterinário bem-sucedido

Médico veterinário bem-sucedido

Não é novidade que o mercado de trabalho está muito competitivo. Todos os anos, milhares de profissionais se formam pelas diversas universidades no Brasil. Com isso,ser um médico veterinário bem-sucedido é um grande desafio.

Pensando nisso, neste artigo separamos alguns passos para que você, médico veterinário, se destaque na área de atuação, aumente o número de atendimentos, ganhando cada vez mais a confiança de tutores e proprietários. Afinal, ninguém quer deixar o seu animal nãos mãos de quem não confia, não é mesmo?

Quer saber quais são esses passos? Confira a seguir!

1. Escolha a sua área de atuação

Felizmente, a medicina veterinária oferece uma ampla gama de possibilidades de atuação. Mas, para oferecer o melhor atendimentos aos animais, e até mesmo para direcionar seus esforços para um único sentido, o mais indicado é escolher uma área de atuação.

E são muitas! Só para citar algumas possibilidades o médico veterinário pode atuar com:

  • grandes animais (produção e reprodução)
  • pequenos animais
  • animais silvestres
  • diagnóstico por imagem
  • responsável técnico por estabelecimentos
  • indústrias de produto de origem animal
  • saúde pública
  • e muito mais.

2. Invista em especialização

O segundo passo para ser um médico veterinário bem-sucedido, inegavelmente, é buscar uma especialização. Afinal, sabemos que as faculdades oferecem apenas conhecimento básico para atuar em cada uma das áreas. Por isso, cabe ao profissional optar por especialização que o capacite para atender a clientes cada vez mais exigentes e oferecer diagnóstico e tratamento mais adequados aos pacientes.

Uma capacitação pode ser feita nas seguintes modalidades:

  • Cursos de curta duração, com o objetivo de oferecer um treinamento direcionado à alguma área.
  • Cursos de Pós-graduação em que o intuito é fornecer uma especialização completa ao aluno, tornando-o capaz de lidar com as principais demandas da área escolhida.

Entretanto, é preciso prestar atenção em alguns aspectos na hora de escolher a sua pós-graduação:

  • Reconhecimento da instituição de ensino
  • Conteúdos ofertados durante o curso
  • Currículo dos professores de acordo com a proposta da pós-graduação
  • Possibilidade de treinamento prático.

Todas essas características você encontra na Cenva Pós-Graduação. Uma parceria com o CPT Cursos Presenciais que visa promover treinamento prático e individual em um modelo jamais visto no Brasil. Ficou curioso? Clique no banner abaixo!

3. Aposte em estratégias de marketing

De nada adianta você abrir uma clínica veterinária ou consultório, investir nas melhores especializações  e ter bons equipamentos de diagnóstico, se ninguém conhecer o seu nome, não é mesmo?

Por isso, você precisa investir em estratégias para se tornar conhecido. Ou seja, além do tradicional boca a boca pelo feito pelos próprios clientes e pela sua rede de contatos, aposte também em marketing.

Mais do que meios convencionais de divulgação, como outdoor, cartão de visitas e panfleto, o marketing digital é uma forma mais barata e eficaz de levar o seu nome a uma maior quantidade de pessoas por meio da internet.

Algumas medidas como criar perfis e páginas nas principais redes sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube) e até mesmo ter um blog para publicar conteúdo relevante para os leitores são formas tornar seu nome ou do seu negócio mais reconhecido. Apenas fique atento quanto às normas do Conselho Federal de Medicina Veterinária em relação à publicidade!

4. Desenvolva habilidade administrativa

Seja para atuar de forma autônoma, prestar serviços ou ter o seu próprio empreendimento médico, desenvolver habilidades administrativas para gerir agenda, faturamento e compromissos faz toda a diferença. Nesses casos, a organização é primordial ser um médico veterinário bem-sucedido.

Caso você ainda não tenha experiência nessa área, um curso de curta duração ou mesmo uma consultoria podem ser boas opções para não perder tempo nem dinheiro!

5. Invista em ultrassom veterinário

Por fim, mas não menos importante, para ter sucesso na medicina veterinária é preciso estar atento às novas tecnologias de diagnóstico. Uma delas que certamente não pode faltar no seu dia a dia é o ultrassom veterinário.

Independente da área de atuação, ter um ultrassom veterinário apresenta diversas vantagens como:

  • diagnósticos mais precisos
  • agilidade na identificação de patologias
  • diagnóstico gestacional precoce
  • maior número de atendimentos
  • mais lucratividade
  • e mais credibilidade junto aos tutores e proprietários de animais.

Espero que tenha gostado das dicas de hoje! Com elas, certamente será mais fácil para você ser um médico veterinário bem-sucedido!

E se você quer saber mais sobre como se especializar nessa área, acesse o nosso artigo com tudo que você precisa saber sobre pós-graduação em medicina veterinária.